Mais resultados

Generic selectors
Somente correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors
post

Taxistas da Estação da Lapa denunciam descaso da Cotae e Transalvador diante das obras do BRT

taxistas do ponto da estação da lapa reunidos na cotae juntamente com denis paim
Uma comitiva de profissionais esteve na sede da Cotae, nos Barris, na manhã desta quarta-feira (3) - Foto: Divulgação

Os taxistas que operam no ponto de táxi da Estação da Lapa, em Salvador, estão enfrentando uma situação de descaso por parte da Coordenação de Táxi e Transportes Especiais (Cotae) e dos agentes de trânsito da Transalvador. O problema se agrava com o avanço das obras do BRT – corredor exclusivo de ônibus – na região.

Com o progresso das obras do BRT, os taxistas têm sido obrigados a se deslocar constantemente, sem nenhuma comunicação ou organização prévia por parte da Cotae. Além disso, não foi oferecida aos profissionais uma opção temporária adequada para a atividade, já que o local do ponto de táxi está situado por onde passará futuramente o corredor de ônibus.

Os taxistas também denunciam o tratamento inadequado dos agentes de trânsito da Transalvador, que têm sido brutos e desrespeitosos ao ordenar que os profissionais deixem o local sem oferecer nenhuma alternativa viável.

Diante dessa situação preocupante, os taxistas decidiram buscar o apoio do presidente da Associação Geral dos Taxistas (AGT), Denis Paim. Uma comitiva de profissionais esteve na sede da Cotae, nos Barris, para intermediar uma conversa e buscar soluções que minimizem o impacto das obras do BRT no dia a dia dos taxistas.

Denis Paim relatou que conversaram com o supervisor de área da Cotae, Wiliam, que se comprometeu a realizar uma vistoria no local afetado pelas obras para avaliar as possibilidades de remanejamento do ponto de táxi.

Além das medidas de diálogo e busca por soluções junto à Cotae, o presidente da Associação Geral dos Taxistas (AGT), Denis Paim, está considerando medidas mais drásticas para chamar a atenção para a situação. Ele ameaçou realizar uma manifestação em frente à entrada da Estação da Lapa na próxima sexta-feira, caso a Cotae não apresente uma solução satisfatória para o problema enfrentado pelos taxistas. A possibilidade de protesto é uma demonstração da gravidade da situação e da urgência na resolução dos problemas enfrentados pela categoria.

A situação evidencia a necessidade urgente de uma abordagem mais cuidadosa e sensível por parte dos órgãos responsáveis, visando garantir o direito dos taxistas a um ambiente de trabalho adequado e respeitoso durante as obras do BRT na Estação da Lapa.

(Visitas totais 791)

Compartilhe

Uma resposta

  1. todos sabem que o taxista tá no seu direito de ir e vir, nós temos um alvará de circulação que nos dá direito ter acesso ao local de transbordo porque táxis é uma categoria centenário deve ser respeitada, os agentes da transalvador precisa urgente tomar um curso de relação humanos para lhe dá com os profissionais do trânsito

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se em nossa Lista de Transmissão

Siga nossas Redes Sociais

Siga nossas Redes Sociais