Mais resultados

Generic selectors
Somente correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors
post

Categoria vai ao MP em busca de ampliação de prazo para taxistas com carro acima de 8 anos em Salvador

Por Helton Carlucho

O Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado entre o Ministério Público da Bahia (MP-BA), a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) e a categoria, flexibilizou a vistoria anual dos táxis de Salvador este ano, permitindo a inspeção de carros com até oito anos, mas não perdoou veículos que extrapolaram esta idade.

Para rever a medida, um grupo de taxistas liderado pelo Presidente da Cooperativa Associativa de Assistência ao Taxista (Coastaxi), Gilberto Silva, vai ao Ministério Público (MP). O grupo pede que seja concedido o prazo de um ano para que os 836 motoristas nesta condição possam se adequar.

Atualmente, esse prazo é de 60 dias a contar após a data de vistoria do veículo estabelecida no calendário.

Gilberto aponta as dificuldades do grupo e diz que a situação dos profissionais precisa ser avaliada. “Esse pessoal vai fazer o quê, vai perder a autorização? É uma questão que o Ministério Público e a Semob têm que analisar”, afirma. As tratativas com o MP devem começar ainda em setembro, em reunião onde também foram convidados o presidente da Câmara de Salvador, Geraldo Junior (SD), o vereador Moisés Rocha (PT), o deputado Robinson Almeida (PT) e representantes da Semob.

Gilberto acredita que caso essa ampliação de prazo aconteça, o taxista terá condições de regularizar a situação. Para isso, ele também pretende alinhar com outros órgãos a possibilidade de o taxista financiar carros seminovos, com idade dentro do estabelecido. “Vai dar tempo da pessoa melhorar o ano do carro para não perder a autorização. Se conceder esse direito, também vamos pleitear junto à Desenbahia o financiamento para carros usados”, revela.

A Lei Municipal 9.283, que regulamenta o serviço de táxi na capital, estabelece idade máxima de 5 anos, e o acordo feito através do TAC é temporário e prevê apenas as vistorias de 2019. A expectativa da categoria é que a idade máxima do veículo de táxi seja ampliada para 8 anos, definitivamente, pela Câmara Municipal de Salvador (CMS), através da mudança da lei.

 

 

(Visitas totais 97)

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se em nossa Lista de Transmissão

Siga nossas Redes Sociais

Siga nossas Redes Sociais