Mais resultados

Generic selectors
Somente correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors
post

“Cadê o meu dinheiro, Uber?”

UBER desaparece com DINHEIRO DE MOTORISTAS sem dar EXPLICAÇÃO
Motoristas de aplicativos acusam empresa de “sumir” com valores depositados na Uber Conta - Imagem: Youtube/Cláudio Sena

Motoristas acusam a Uber de “sumir” com valores depositados na Uber Conta, conta digital criada pela plataforma para atendê-los. Em vídeo no YouTube, o motorista de Salvador, Cláudio Sena, questiona a empresa sobre o saldo zerado em sua conta. Em comentários, na postagem, outros motoristas relatam estarem passando pelo mesmo problema e dizem que a empresa se supera em “seu arsenal de picaretagens”. Em nota lançada em seu site, no dia 8 de fevereiro, a empresa já dizia que o saldo, em conta dos motoristas, iria ser aplicado no Certificado de Depósito Interbancário (CDI) para render “dividendos” aos seus parceiros.

Lançada em fevereiro deste ano, a Uber Conta, a conta digital dedicada a atender quem usa a plataforma da Uber, que foi criada e é operacionalizada pela bantech Digio, nasceu prometendo “muitas vantagens exclusivas” como receber os repasses instantaneamente, ao final de cada viagem ou entrega. Contudo, segundo motoristas da plataforma, não é isso que vem acontecendo.

Cláudio Sena, motorista e um dos principais defensores da plataforma, desde 2016, quando o aplicativo começou a atuar na capital baiana, publicou um vídeo em seu canal no Youtube, no último domingo (12), onde questiona a plataforma sobre o saldo “zerado” de sua Uber Conta.

“Cadê o meu dinheiro, Uber!!? O que é que a Uber tá fazendo, ferrando com o motorista, num fim de semana!!? Não pode abastecer, não pode fazer um pix, não pode fazer nada. Pra onde está indo esse dinheiro, Uber?”, questionou Sena.

Ele explica que foi abastecer o carro, mas o pagamento foi recusado. “Hoje é domingo, fui abastecer meu carro e de repente deu operação não autorizada. Pedi um tempo ao frentista, consultei a minha conta e não tem saldo. Tem R$ 900, que não movimentei ainda, cadê esse dinheiro? Os colegas durante a semana já tinham me dito, que a gente trabalha e o dinheiro não aparece. E o pior de tudo é a Uber, criminosamente, em silêncio. Já deveria ter comunicado o que é que houve”.

O Youtuber pergunta para a empresa se ela estaria aplicando o dinheiro dos motoristas. “Tá escondendo alguma coisa Uber, tá pegando o dinheiro pra aplicar?”. Apesar do espanto do motorista Cláudio Sena, em comunicado oficial, no dia do lançamento do banco digital, 8 de fevereiro de 2021, a Uber já mencionava que iria, sim, movimentar o saldo dos “parceiros” através de aplicações financeiras em Certificado de Depósito Interbancário (modalidade usada como referência para diversas aplicações, semelhante à Taxa Selic – Sistema Especial de Liquidação e Custódia, que é a taxa básica de juros).

Outros motoristas também relatam estarem enfrentando o mesmo problema. “Hoje eu tive pagamento negado com saldo na conta, também notei o sumiço de aproximadamente R$60”, disse Fidelis Neri. “Fiz um pix de 200, estornou 100 e os outros 100 reais SUMIRAM!!!, relatou Itagibe Pantoja. “Comeram 110 reais meu, eu tava com 206 a noite, chegou pelo amanhã só tinha 96 rebanho, daí fui no mercado e pra minha surpresa na hora de passar o cartão não autorizou, tive que deixar as compras lá e vim pra casa”, contou Léo do Fiesta. “Aqui no Rio de Janeiro estamos passando pelo mesmo problema”, informou Augusto Terra.

Cláudio Sena encerrou o vídeo, dizendo que espera ser ressarcido pela Uber ou, senão, tomará medidas judiciais contra a empresa. “O que eu sei é que não vai ficar assim. Ela entrou nessa de instituição financeira e, então, agora, tá faturando muito. Pelo pouco conhecimento que tenho como consumidor, se um banco se apropria do dinheiro de um cliente, sem lhe dar satisfação e lhe causa prejuízos por insuficiência de fundos, vai ter que pagar. Isso tem que ser indenizado, Uber! Espero que tenha hombridade moral pra fazer isso sem uma ação judicial”.

A Uber tem enfrentado a sua maior crise nos últimos meses, após a debandada de motoristas, que estão insatisfeitos com a plataforma. Manutenção do veículo, despesas com combustíveis e a política de valorização dos motoristas adotada pela empresa são as principais queixas, que levaram muitos motoristas a desistirem de atuar na praça, colocando em xeque a operação da Uber.

“A Uber virou um lixo”, afirmou Paulo Cesar. Marcelo Andriolo disse: “Qd vc pensa que a Uber esgotou seu arsenal de picaretagens, ela se supera”. “Não é só picaretagem, isso é crime”, alertou J.Roberto A. C.

(Visitas totais 259)

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se em nossa Lista de Transmissão

Siga nossas Redes Sociais

Siga nossas Redes Sociais