Mais resultados

Generic selectors
Somente correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors
post

Taxistas se manifestarão contra decisões dos Tribunais de Justiça

foto_lucimario-ribeiro
Para os taxistas, as decisões dos Tribunais não estão sendo imparciais – Foto: Lucimário Ribeiro

 

Descontentes com as decisões dos Tribunais de Justiça Brasil afora, a categoria de taxistas resolveu se manifestar mais uma vez e promete parar várias cidades do país. O protesto acontecerá na manhã do dia 19/9 (terça-feira), e o alvo será o Poder Judiciário.

 

Embora não seja consenso, o novo movimento ganhou força nos grupos de WhatsApp da categoria por conta das seguidas decisões judiciais favoráveis aos aplicativos como Uber e 99, que intermedeiam o serviço de transporte individual remunerado de passageiros feito por veículos particulares.

 

De acordo com uma lista que tem sido compartilhada entre os taxistas, as cidades confirmadas até o fechamento desta edição são: Salvador (BA), Feira de Santana (BA), Jequié (BA), Recife (PE), Olinda (PE), Paulista (PE), Jaboatão dos Guararapes (PE), Ipojuca (PE), São Lourenço da Mata (PE), Aracaju (SE), Fortaleza (CE), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Sorocaba (SP), Curitiba (PR), Londrina (PR), Belém (PA), São Luís (MA), Manaus (AM), Macapá (AP), Brasília (DF) e Goiânia (GO).

 

Na capital baiana, a concentração começará no estoque do Shopping da Bahia, no Iguatemi, a partir das 7h, e seguirá para o Centro Administrativo da Bahia (CAB), onde acontecerá o protesto em frente ao prédio do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).

 

 

 

(Visitas totais 21)

Compartilhe

3 respostas

  1. Que seja algo com ordem, todavia, penso que os representantes da categoria deveriam reforçar junto aos órgãos responsáveis em cada município à praticarem justiça.
    Toda profissão tem sempre um órgão que de alguma forma estabelece normas e controla o desenpenho das funçoes. Os taxistas são cadastrados nas respectivas secretarias , fiscalizados, identificados…já o novo seguimento de transporte de passageiros não tem nenhum controle de nemhuma repartição…
    Isto é injusto e perigoso para o município e usuários dos serviços.

    A desigualdade é desleal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se em nossa Lista de Transmissão

Siga nossas Redes Sociais

Siga nossas Redes Sociais