Mais resultados

Generic selectors
Somente correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors
post

Táxi: meio de transporte

foto_florian-butow
Foto: Florian Bütow

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Parabéns ao Jornal Ei, Táxi pelo ótimo empenho como veículo de comunicação a favor dos taxistas. Neste momento os taxistas baianos vivem uma grande crise financeira e pessoal, por motivo de uma organização desleal e irregular chamada de Uber. Os taxistas vivem momentos de desespero, porque têm que cumprir com impostos e outras taxas que compete à classe como obrigações. Lamentavelmente esses profissionais estão vivendo uma realidade de mercado; mas para enfrentar essa realidade dos seus concorrentes, os taxistas precisarão se aperfeiçoar logo, melhorar a qualidade de prestação de serviços e política de preços e marketing. Agora, os taxistas terão que se tornar uma classe unida e desenvolver novas estratégias com objetivo, principalmente, de ouvir os anseios dos seus clientes.

 

Embora, reconheço que os taxistas estão sendo injustiçados por um sistema novo que veio irregular, para atuar e, infelizmente, a população baiana vem aprovando esse tipo de deslealdade. Além de ter de suportar a falta de respeito de pessoas que os agridem verbalmente pelas redes sociais. Esse tipo imoral de manifestação de redes sociais, frustra tantos profissionais do táxi, que tratam seus passageiros com elegância e educação. Pela ignorância de alguns, outros pagam um preço alto. Os taxistas precisam ser ouvidos pelos novos prefeitos eleitos para solução da situação em que estão vivendo, inclusive pelo prefeito ACM Neto. Torço para que dê tudo certo para essa classe tão importante para a sociedade.

 

Os taxistas baianos estão sendo prejudicados; vivenciam dificuldades financeiras, prestações de veículos para pagar e família para sustentar. É triste o que está ocorrendo. As autoridades devem se pronunciar rápido sobre o efeito negativo de tudo isso. É importante a legalidade logo do sistema Uber? Ou não? Quando legalizar o sistema Uber, os profissionais terão que pagar impostos. Esses profissionais continuarão cobrando o mesmo valor da corrida como estão cobrando agora clandestinamente? A população não se engane, com certeza eles irão aumentar o valor da corrida.

 

Peço-lhes, aos taxistas, que não fiquem nos horrores do desespero, evitem agressões e mostrem que são habilitados a resolver essas questões pacificamente. No momento, o melhor é usar o “Eu” como gerenciador das emoções; organizar as finanças, evitar grandes gastos, procurar uma atividade extra, e seguir em frente até chegar o fim deste impasse. Concorrência sempre existirá em nossas vidas. A sociedade tende a mudanças, varia com as necessidades humanas. Sucesso para todos nessa empreitada. O Jornal Ei, Táxi está a favor de vocês.

 

foto de conrado

 

 

 

 

 

 

 

 

Conrado Matos é Psicanalista, Licenciado em Filosofia e Bacharel em Teologia, Professor de Filosofia e Sociologia.

E-mail: [email protected]

 

(Visitas totais 46)

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se em nossa Lista de Transmissão

Siga nossas Redes Sociais

Siga nossas Redes Sociais