Mais resultados

Generic selectors
Somente correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors
post

Taxistas terão até dezembro para voltarem a pagar as parcelas da Desenbahia; Reunião selou novo pedido da Comissão e do deputado Robinson Almeida

A Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia) concederá um novo prazo de suspensão no pagamento das prestações do contrato de financiamento do táxi, agora, o taxista poderá voltar a pagar as parcelas em dezembro de 2020, por conta da pandemia do novo coronavírus. Além disso, clientes que estavam adimplentes até 15 de março deste ano, poderão solicitar a suspensão do contrato, antes a condição tinha como data o mês de fevereiro. Para os contratos inadimplentes até esta data, a Agência fará uma nova rodada de negociação a fim de viabilizar para que o cliente possa aderir à suspensão do contrato até o fim do ano. As informações foram divulgadas pela Comissão dos Taxistas, que, juntamente com o deputado estadual Robinson Almeida (PT), estiveram em reunião com a diretoria da Agência na manhã desta quinta-feira (13).

O Programa de Renovação da Frota de Táxis (Protáxi) da Desenbahia é responsável pelo fomento do setor de táxi no Estado da Bahia, viabilizando o financiamento na compra do veículo a condições competitivas no mercado. No fim de abril, o órgão anunciou que suspenderia o pagamento das parcelas por seis meses, dos contratos adimplentes até fevereiro, o que daria para o taxista, um prazo até agosto de 2020. Acontece que a pandemia continua e mesmo com a flexibilização que começa a ser iniciada no Estado, o mercado ainda demorará um tempo para recuperar a sua normalidade, portanto, sem o faturamento regular ainda ficará difícil honrar com as prestações dos veículos.

Por conta disso, a diretoria da Agência reuniu-se, mais uma vez, com representantes da Comissão dos Taxistas e com o deputado Robinson Almeida, que é vice-líder do Governo na Assembleia Legislativa, na manhã desta quinta, para acordarem um novo prazo. Agora, os taxistas poderão pedir a suspensão do contrato até dezembro desse ano. Esta suspensão, poderia ser solicitada por aqueles clientes que estavam adimplentes até fevereiro de 2020, mas a diretoria do órgão concordou com a Comissão em estabelecer uma nova data como ponto de partida, assim, 15 de março passa a ser a data parâmetro para o pedido de suspensão do contrato.

Além da nova data, a Desenbahia promoverá uma renegociação para contratos inadimplentes até 15 de março, em busca de possibilitar que este cliente também possa aderir ao programa de suspensão do contrato.

Taxistas reunidos com a diretoria da Desenbahia
Nova reunião poderá acontecer no fim do ano a depender de como a situação da pandemia estiver até lá

“A pandemia continua, o taxista não está tendo receita e o Desenbahia se comprometeu em analisar com bons olhos essa justa medida de prorrogar até o fim do ano o pagamento do contrato firmado pelo programa Protáxi”, afirmou o deputado Robinson, que no início da pandemia do Coronavírus tinha conseguido estender o prazo para pagamento do contrato pelos taxistas por até 180 dias.

“Gostaríamos de agradecer imensamente à diretoria da Desenbahia, especialmente ao presidente, Francisco Miranda, e aos diretores, Agenor Martinelli e Marko Svec, por mais essa ajuda concedida ao taxista”, disse João Adorno, porta-voz da Comissão dos Taxistas.

Além de João Adorno, participaram da reunião o deputado Robinson Almeida, Gilson Moitinho do Centro Especial de Apoio ao Taxista (Ceat) e Gilberto e Silva da Cooperativa Associativa de Assistência dos Taxistas (Coastaxi).

O QUE FICOU DEFINIDO

– Será possível solicitar a suspensão do contrato até dezembro de 2020;

– Serão contemplados aqueles contratos que estavam em dia até 15 de março de 2020.

– Taxistas inadimplentes até 15 março, poderão participar de uma rodada de negociação para regularizarem o contrato e em seguida, poderem solicitar a suspensão das próximas parcelas;

– Não haverá descontos para quem mantiver o pagamento das parcelas em dia;

– Durante este período, não haverá cobrança de juros e multas, negativação ou busca e apreensão do veículo;

– A solicitação pode ser feita por email ([email protected]), por telefone (71) 3103-1003 ou presencialmente, desde que agendado previamente. Taxistas acima de 50 anos terão prioridade em caso de atendimento presencial das 8h30 às 9h30;

– Todas as solicitações serão analisadas individualmente e acolhidas, dependendo da aprovação.

(Visitas totais 476)

Compartilhe

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se em nossa Lista de Transmissão

Siga nossas Redes Sociais

Siga nossas Redes Sociais