Mais resultados

Generic selectors
Somente correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors
post

Presidente da AGT sai insatisfeito de reunião com Secretário de Mobilidade, acusa “palavras ao vento” e falta de ação

comitiva de taxistas da AGT, se reuniu com o secretário de mobilidade de Salvador, Fabrizzio Muller
Também estiveram presentes na reunião o Diretor de Transporte, Armando Yokoshiro, e a chefe da Coordenação de Táxi e Transportes Especiais (Cotae), Luile Neves - Foto: Divulgação

Na tarde desta segunda-feira (10), o presidente da Associação Geral dos Taxistas (AGT), Denis Paim, acompanhado por uma comitiva de taxistas, se reuniu com o secretário de mobilidade de Salvador, Fabrizzio Muller, para discutir várias questões relevantes à categoria. Apesar das diversas pautas abordadas, Paim saiu insatisfeito, acusando o secretário de “jogar palavras ao vento” e não demonstrar vontade em resolver os assuntos pendentes. Também estiveram presentes na reunião o Diretor de Transporte, Armando Yokoshiro, e a chefe da Coordenação de Táxi e Transportes Especiais (Cotae), Luile Neves.

Principais Pautas e Respostas

1. Transferências de alvarás

   – Questionamento: Celeridade na questão das transferências devido ao prazo limitado [10 de abril de 2025].

   – Resposta: As transferências estão sendo feitas, mas sem promessa de celeridade.

2. Multas de Carnaval 2024

   – Questionamento: Multas aplicadas indevidamente nos táxis, nos portais de acesso aos circuitos do Carnaval 2024.

   – Resposta: Responsabilidade do Superintendente da Transalvador, Décio Martins. Multas não serão retiradas para quem estava com documentação irregular.

3. Processo Seletivo para novos taxistas

   – Questionamento: Andamento do processo seletivo.

   – Resposta: 54 dos 94 candidatos aprovados foram chamados. Após finalizar os 40 restantes, um novo processo seletivo será realizado.

4. Salvador Digital

   – Questionamento: Reclamações sobre dificuldades, boletos e prazos do sistema.

   – Resposta: O processo online é considerado um sucesso pelo secretário.

5. Fiscalização do transporte clandestino nos terminais

   – Questionamento: Bagunça dos clandestinos nos terminais.

   – Resposta: Apreensões estão sendo feitas, mas há falta de pessoal para um combate mais efetivo.

6. Aplicativo para táxis

   – Questionamento: Previsão para lançamento do aplicativo.

   – Resposta: Projeto será concluído até outubro.

7. Vistorias de Táxi

   – Questionamento: Solicitação para não realizar vistorias este ano.

   – Resposta: As vistorias ocorrerão este ano e, no próximo, serão feitas por empresas terceirizadas.

8. Pontos de Táxi nas festas de São João

   – Questionamento: Organização dos pontos de táxi.

   – Resposta: Organização similar ao ano passado, com pontos específicos em locais determinados. No Parque de Exposição, os táxis ficarão na via marginal e os aplicativos, possivelmente, terão um ponto do lado de fora. Também vai ter São João em Paripe, em breve será divulgada mais informações sobre o ponto de táxi.

9. Ponto de táxi desativado no Largo Santo Antônio

   – Questionamento: Razões para desativação do ponto.

   – Resposta: Ponto desativado durante eventos e reposicionado, por causa da necessidade de estacionamentos do Zona Azul.

10. Construção dos Módulos de Conforto nos pontos de táxi

   – Questionamento: Situação dos módulos de conforto.

   – Resposta: Levantamentos estão sendo feitos para enviar ao prefeito.

Avaliação de Denis Paim

Denis Paim, presidente da AGT, expressou insatisfação com os resultados da reunião. Ele criticou a falta de avanços significativos e a postura do secretário Fabrizzio Muller, destacando a contínua promessa de melhorias sem ação concreta. Paim apontou que problemas como as multas de Carnaval e a desorganização no Salvador Digital não foram efetivamente resolvidos. Ele também ressaltou a dificuldade enfrentada pelos taxistas nos atendimentos na Cotae e a aparente desorganização no órgão responsável.

“As reuniões com o secretário não avançam, porque ele continua querendo fazer o que quer. Parece que ele é taxista, que roda táxi, que sabe o que o taxista precisa, mas na realidade não sabe. Por exemplo, referente às multas dos taxistas no carnaval, ele jogou para cima do Superintendente da Transalvador [Décio Martins], sendo que o Superintendente já joga pra cima da Cotae e da Semob. E aí, quem resolve? Parece que o secretário está perdido juntamente com a coordenadora da Cotae e com o Diretor de Transporte, é isso que parece.”

Paim concluiu afirmando a importância de continuar apelando ao Prefeito Bruno Reis e ao Presidente da Câmara Carlos Muniz (PSDB) para que suas demandas sejam atendidas de maneira mais eficaz e com maior urgência. “É difícil, a gente não vê boa vontade da gestão em resolver e agilizar as situações, continua a mesma conversa de sempre, palavras ao vento.”

(Visitas totais 541)

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se em nossa Lista de Transmissão

Siga nossas Redes Sociais

Siga nossas Redes Sociais