Mais resultados

Generic selectors
Somente correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors
post

Impasse entre prefeitura e estado fortalece ação dos clandestinos

21.11_transporte_ilegal

Má conservação e a falta de itens e equipamentos obrigatórios para a condução de passageiros são apenas alguns dos problemas encontrados nos carros que fazem transporte clandestino em Salvador. Em muitos casos, chega-se ao extremo de flagrar condutores inabilitados transportando passageiros, o que coloca em risco a população. Ainda assim, os órgãos competentes negligenciam a grave situação e o número de carros irregulares só tem aumentado no aeroporto, rodoviária e ferry boat.

 

Para o taxista Reginald Cohim, na praça há 27 anos, a única solução é uma ação integrada entre a prefeitura Municipal de Salvador e o Governo do Estado. “Existe a conivência das autoridades. Os policiais militares fazem vista grossa. Conhecem todos os clandestinos, mas alegam que é um problema municipal”, explica.

 

A responsabilidade da fiscalização é papel da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), mas os responsáveis pelo órgão alegam que não é possível fazer o enfrentamento sem a ajuda da Polícia Militar.

 

Cohim afirma ainda que a situação só tem piorado desde que um convênio entre Prefeitura e a Polícia Militar com o objetivo de combater os clandestinos foi desfeito em 2009. “De lá pára cá vem se tentando reativá-lo sem sucesso”.

 

Após várias conversas com o governo do estado e a prefeitura tentando intermediar a situação e sem respostas concretas, o taxista entrou com um processo no Ministério Público Federal apara apurar a situação.

 

Fazer transporte irregular implica em punições e medidas administrativas, incluindo a retenção do veículo.

 

(Visitas totais 20)

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se em nossa Lista de Transmissão

Siga nossas Redes Sociais

Siga nossas Redes Sociais