Mais resultados

Generic selectors
Somente correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors
post

Motorista ameaça taxistas e desafia autoridades, transportando passageiros clandestinamente em Brotas

O motorista de um veículo Corsa Classic branco está desafiando as autoridades, oferecendo o transporte clandestino de passageiros no bairro de Brotas, em Salvador. Taxistas da região denunciam que o infrator tem feito ameaças aos profissionais que trabalham na localidade. Cotae já tem ciência e promete apurar a denúncia.

Segundo os taxistas que circulam pelo bairro de Brotas, em Salvador, um motorista de um Corsa Classic branco, com um luminoso azul da Uber no para-brisa do carro, está oferecendo o transporte clandestino de passageiros pelos pontos de ônibus do bairro. O infrator, tem sido flagrado abordando passageiros e fazendo “lotação” [transportando vários passageiros ao mesmo tempo] conforme as imagens recebidas pelo Ei Táxi.

A ousadia é tanta que o clandestino ameaça os taxistas e ainda zomba dizendo que não tem medo de fiscalização. “Ele diz que o que der pra ele, dá pros taxistas, que não tem medo de fiscalização”, foi o que relatou um taxista ameaçado, que preferiu não se identificar.

O Ei Táxi levou a denúncia ao conhecimento da Coordenação de Táxi e Transportes Especiais de Salvador (Cotae), que prometeu averiguar o caso. “Já foi repassado ao setor de combate ao clandestino”, foi o que respondeu o chefe da pasta, Clemilton Santos.

(Visitas totais 388)

Compartilhe

3 respostas

  1. O absurdo é que tem fiscalização para taxista, o taxista na cidade de Salvador é cheio de não pode isso, não pode aquilo, o poder público não tá nem aí para a categoria, a classe não dá lucro a eles por isso que não dão importância para a classe

  2. Nos taxistas estamos entregue as baratas, no ponto do luso em plataforma, pra ser mais preciso em frente ao bom preço de plataforma um cara tomou conta do ponto de táxi, com uma banca de frutas, vai fazer um ano que eu fiz uma denúncia pelo 156, e até a presente data ninguém tomou providências…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se em nossa Lista de Transmissão

Siga nossas Redes Sociais

Siga nossas Redes Sociais