Mais resultados

Generic selectors
Somente correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors
post

Táxis de Salvador terão ponto de parada ao lado de Estação do BRT, na Pituba

Rua Alexandre Herculano
Na Rua Alexandre Herculano, na Pituba, o ponto terá duas vagas - Imagem: Reprodução/Google Mapa

Táxis de Salvador terão ponto de parada ao lado de Estação do BRT (sistema de ônibus de trânsito rápido), na Pituba. O primeiro ponto será instalado na Rua Alexandre Herculano. Além do ponto, veículos podem acessar via exclusiva na Pituba, em casos excepcionais, mas não podem circular pela via. Comissão dos Taxistas aguarda resposta da Secretaria de Mobilidade Urbana de Salvador (Semob) sobre o táxi poder trafegar nas vias exclusivas ao BRT.

Os táxis da capital baiana terão ponto de parada ao lado da Estação do BRT, na Rua Alexandre Herculano, na Pituba. “Esse é o primeiro ponto, que terá duas vagas, porém, em breve, esperamos conseguir outros pontos”, contou João Adorno da Comissão dos Taxistas, que fez a solicitação ao secretário de mobilidade Fabrizzio Muller.

Outra informação esclarecida por Adorno é quanto à circulação do táxi pelas vias exclusivas do BRT, o que é proibido até então. “Embora o táxi não possa utilizar a via para circular, no bairro da Pituba, ele poderá acessar a via exclusiva em situações que sejam necessárias para adentrar uma outra rua ou ainda embarcar ou desembarcar passageiros, desde que haja o local adequado no estabelecimento comercial ou na residência para a prática”.

Adorno também trouxe a fala de um Agente de trânsito da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) a respeito de multa para quem trafegar pela via exclusiva do BRT. Segundo o Agente, Menezes, em vídeo gravado e compartilhado pelo taxista, nesse primeiro momento o objetivo da prefeitura é educar o motorista da cidade a utilizar a via de maneira correta, quando for o caso, e não utilizar em casos que sejam proibidos. Ainda de acordo com o agente, a Transalvador não irá multar os motoristas infratores neste primeiro momento, pois o objetivo é disciplinar a população. “Estamos no momento de reeducar as pessoas, inclusive o taxista. Não estamos fazendo nenhuma notificação, só orientação das pessoas. Conforme o estudo e conforme o tempo, a gente começa a informar a população que a partir daquele momento serão instalados os equipamentos eletrônicos e que os agentes irão fazer as devidas autuações. Mas o momento é de levar a informação para a população”, explicou Menezes.

O taxista também informou que solicitou ao secretário a possibilidade do táxi trafegar pelas vias exclusivas do BRT. “Fizemos o pedido para que a gente possa usar a via, mas é algo que ainda será estudado”, disse.

(Visitas totais 215)

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se em nossa Lista de Transmissão

Siga nossas Redes Sociais

Siga nossas Redes Sociais