Mais resultados

Generic selectors
Somente correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors
post

Táxis acima de 8 anos não foram contemplados no TAC e seguem impedidos de atuar em Salvador

Táxi acima de 8 anos

Os táxis com tempo de uso acima de oito anos não foram contemplados no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), assinado no último dia 10, entre a Secretaria de Mobilidade (Semob) e o Ministério Público da Bahia (MP-BA), e seguem proibidos de atuar no sistema. Taxistas, representantes da categoria, vinham solicitando a ampliação para dez anos, mas não foram atendidos. Presidente da Associação Geral dos Taxistas (AGT) diz que decisão prejudicará centenas de profissionais e apresentou propostas para alterar a lei e reverter situação.

Enquanto o Secretário de Mobilidade de Salvador, Fabrizzio Muller, e a Promotora de Justiça do Ministério Público da Bahia, Rita Tourinho, discutiam os termos do TAC que viria a ser assinado para a retomada das sucessões de alvarás de táxi para herdeiros em Salvador, representantes da classe vinham pedindo que fosse ampliado o tempo de uso do táxi de oito para dez anos, o que daria um fôlego a muitos profissionais que estão nessa situação.

Apesar das solicitações, esse ponto ficou de fora do acordo e, com isso, os táxis acima de oito anos seguem proibidos de atuar no setor. “Nós falamos sobre isso também, mas a promotora nos disse que essa pauta já havia sido contemplada anteriormente por duas vezes seguidas e que, dessa vez, isso não seria possível”, contou o taxista João Adorno.

O presidente da AGT, Denis Paim, que vinha pedindo por essa ampliação há tempos, disse ao Ei Táxi que essa decisão dos órgãos irá prejudicar centenas de profissionais. “Muitos taxistas estão sem poder trabalhar por conta dessa proibição. Essas pessoas ainda estão sofrendo reflexo da pandemia e por isso não estão conseguindo renovar o seu carro. Mas continuaremos em busca de resolver essa pauta, a categoria pode contar com a AGT”, disse Denis.

Ele também informou ao Ei Táxi que apresentou, ao vereador Leandro Guerrilha, propostas que alteraram a Lei Municipal n. 9.283/2017, que regulamentou o Serviço de Transporte Individual de Passageiros por Táxi (SETAX) em Salvador, com o objetivo de ampliar o tempo de uso dos táxis da cidade.

(Visitas totais 401)

Compartilhe

Respostas de 2

  1. Olá, gostaria de saber o seguinte . Já que a gtaxi deu mais um ano para os táxis acima de oito anos rodarem , porque não abrir essa exceção para esses que tem seu carro acima de oito anos transferir logo pra seu nome , justamente até o prazo que deram pra rodar . Previamente já seria o tempo mesmo que vão ter .
    Já unia o útil e o agradável.

    1. Boa tarde, acho que a frota de carro deveria ser de 6 anos no máximo, 8 anos para um táxi e muito tempo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se em nossa Lista de Transmissão

Siga nossas Redes Sociais

Siga nossas Redes Sociais