Mais resultados

Generic selectors
Somente correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors
post

Táxigov Baiano: transporte do servidor estadual está em processo de licitação

Comissão dos Taxistas teve papel preponderante para essa conquista - Foto: Comissão
Comissão dos Taxistas teve papel preponderante para essa conquista – Foto: Comissão

 

A Secretaria da Administração do Estado da Bahia (SAEB) publicou no Diário Oficial do Estado, o Edital de licitação número 171/2018 para a contratação de empresa de transporte que vai realizar os deslocamentos dos servidores em serviço, lotados nos órgãos do Centro Administrativo da Bahia (CAB). O Edital apresenta um modelo de transporte similar ao transporte de passageiro solicitado por aplicativo de celular. Com a medida, o Governo estima uma economia anual de 30%, em comparação com o modelo atual que utiliza a frota própria do Estado.

 

A licitação foi realizada no dia 4 de dezembro, na modalidade Pregão Eletrônico. O vencedor do certame será a empresa que oferecer o menor valor por quilômetro, até o preço máximo de R$ 3,08 por km (valor referência da licitação). O contrato está estimado em cerca de R$ 17 milhões e terá a validade de um ano. A assessoria da SAEB informou ao Ei, Táxi que o processo ainda estava em curso e não poderia repassar informações sobre vencedores (até o momento de fechamento dessa edição).

 

O transporte de todos os servidores do CAB, que estiverem em serviço, passará a ser realizado pela empresa ganhadora da licitação. Até então, os deslocamentos são feitos por veículos pertencentes aos órgãos públicos do CAB.

 

Batizado de Agenciamento de Transporte Terrestre, o novo modelo de transporte vai funcionar de duas formas: por demanda, para fazer o transporte administrativo de passageiros, toda vez que solicitado por um servidor de um dos órgãos do CAB; ou de forma continuada e programada, em roteiros diários. O serviço abrangerá deslocamentos entre Salvador e outras doze cidades da Região Metropolitana de Salvador.

 

O padrão para a contratação foi baseado no modelo utilizado pelo Ministério do Planejamento, além de ser similar ao adotado pela Secretaria de Gestão e Planejamento do Estado de Goiás e pela Câmara dos Deputados, no Distrito Federal.

 

Para atender a demanda dos 25 órgãos do CAB, a empresa precisará disponibilizar uma frota de no mínimo 220 veículos em bom estado de conservação e funcionamento, comprovado através de vistoria. Os veículos deverão ter, no máximo, cinco anos de uso, emplacados e regularizados junto ao órgão de trânsito do Estado da Bahia. Os motoristas deverão estar capacitados para exercer a função e devidamente habilitados e identificados. O serviço funcionará 24 horas, sete dias por semana.

 

Aplicativo – A empresa vai disponibilizar um aplicativo de celular pelo qual os usuários farão as solicitações de descolamento, semelhante aos utilizados atualmente no mercado de transporte de passageiro. O aplicativo funcionará rastreando todos os deslocamentos, locais de partidas e chegadas, quilometragens percorridas e várias outras informações em tempo real. Além de fornecer, para o Governo, relatórios periódicos com dados estatísticos contendo informações como número de demandas, horários de maior solicitação, quantidade de quilômetros percorridos, principais locais de partidas e destinos. Os dados vão subsidiar decisões do Estado para otimizar o transporte e reduzir os custos.

 

O Estado fará economia com os custos de aquisição e manutenção de veículos, combustível, licenciamento, salários, dentre outros. A operação do novo modelo de transporte será feita de forma gradativa pelos órgãos, sendo que o prazo máximo para adesão ao serviço será de 120 dias.

 

Fonte: Ascom / SAEB

 

(Visitas totais 122)

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se em nossa Lista de Transmissão

Siga nossas Redes Sociais

Siga nossas Redes Sociais