Mais resultados

Generic selectors
Somente correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors
post

Os sonhos vêm da alma

homem_sentado_num_banco_800x600
Foto: Wikipedia

 

Por Conrado Matos

 

Um sonho pode nos revelar algo que extravasa do nosso íntimo.

 

Os sonhos trazem semelhanças da nossa vida, de como se encontra as nossas emoções. O sonho mostra a estrada que nos levam a entender como está a nossa alma, ou seja, o nosso Eu interior.

 

Quando sonhamos, descobrimos coisas, lembramos de fatos passados, de histórias de infância, dos recalques, ou do que nos reprimiu e nos maltratou. Para lembrar-nos dos sonhos, basta que nos sintamos mais seguros.

 

Às vezes, esquecemos dos sonhos, das peças que se manifestam em seu conteúdo latente e manifesto. Dormimos, e no outro dia não nos lembramos do conteúdo dos nossos sonhos que se arraigam no nosso inconsciente.

 

Têm sonhos que são frustrantes, e acordamos assustados, no meio da noite ou de madrugada, e levamos horas para dormir. Pensamos, buscamos explicações, e não conseguimos descobrir as razões de ter ocorrido tal sonho assustador. Pensamos em várias coisas para buscar explicações, na perseguição, numa traição de alguém, numa vitória que estar vindo por aí, num sinal de que algo não está bem, mas dificilmente pensamos nos desejos e na insegurança.

 

Os sonhos lançam suas iscas, para que pescamos lembranças, e poucos sabem dessa grandeza profunda que existem nos sonhos. Sonhos são investigativos, associativos e interpretativos, e poucas pessoas se aproveitam da sabedoria que existe em seus sonhos e largam de lado, como se fossem meras coisinhas mal inventadas, mentirosas e maliciosas. Sonhos trazem algo de verdade, nos aponta uma dor passada que se manifesta através de objetos simbólicos.

 

Nem todos os sonhos prestam, mas alguns são peças chaves que podem ser o suficiente para nos revelar muitas coisas. Sonhos são preciosos e é onde dorme a nossa alma que, quando condenada, clama por socorro.

 

Um sonhador nem sempre deve ser considerado como um bom revelador. Os sonhos têm seus mistérios e alguns não dizem muita coisa. Talvez o que nos chamou mais atenção possa ser o que nos traz o melhor conteúdo e, geralmente, pode ser o mais ameaçador dos sonhos, ou os que nos levam a nos deparar com os anjos, ondas do mar e lindos jardins.

 

Sonhos, repito, têm os seus mistérios; e para entendê-los melhor devemos associá-los a algo ou um fato que nos lembram alguma coisa, para daí lançarmos a isca nas profundezas da nossa alma, para depois interpretá-lo.

 

foto de conrado | Ei Táxi
Foto: Arquivo Pessoal

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Conrado Matos é Psicanalista, Graduado em Filosofia e Sociologia e Pós-graduado em Teoria Psicanalítica

(Visitas totais 291)

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se em nossa Lista de Transmissão

Siga nossas Redes Sociais

Siga nossas Redes Sociais