Mais resultados

Generic selectors
Somente correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors
post

Desenbahia eleva limite de crédito para financiamento para o PROTÁXI

Taxistas na Desenbahia
Taxistas foram recebidos na Desenbahia para anúncio oficial no último dia 4 - Fotos: Divulgação

A Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia) elevou o limite de crédito para o Programa de Financiamento de Táxi (PROTÁXI) no Estado. Valores obedecem a um ranking de classificação dos clientes da Agência. Limite do crédito chega a R$ 60 mil e até 90% do valor do veículo. Juntamente com o ex-deputado estadual Capitão Tadeu, que intermediou o contato com o deputado federal Otto Filho (PSD-BA), taxistas foram recebidos pela diretoria da Desenbahia para formalizar o anúncio à categoria, no início do mês.

A Desenbahia confirmou, no último dia 4, o aumento no valor do crédito para financiamento de táxi no Estado. A partir de agora, os clientes do PROTÁXI poderão utilizar até R$ 60 mil em linha de crédito para a compra do novo veículo, obedecendo um ranking estabelecido pelo órgão.

Os novo limites de crédito, que seguem sujeitos à aprovação, são válidos para os contratos aprovados desde o dia 25 de outubro. O teto é de até 90% do valor do veículo e os juros, atualmente, estão em 15% ao ano.

Veja como ficam as novas linhas de crédito:

1) Clientes novas: R$ 30.000,00 (Primeiro Financiamento);

  1. a) Para os clientes novos o valor do veículo financiado estará limitado à R$ 100 mil;

2) Clientes não Bonificados: R$ 40.000,00 (que tiveram atrasos nas parcelas do último financiamento);

3) Clientes Bonificados: R$ 50.000,00 (que não tiveram atrasos no último financiamento);

4) Clientes Bonificados e Pertencentes a Órgão de Classe Incentivado: R$ 60.000,00 (Órgão de classe Incentivado com índice de inadimplência de até 3% na respectiva carteira de associados).

Fruto de uma articulação do ex-deputado estadual Capitão Tadeu, que atendeu a pedidos de taxistas, especialmente do Diretor Financeiro da Cooperativa Coometas, Adriano Eugênio, de Reginald Cohim, cooperado Comtas, e do taxista João Adorno, que representa a Comissão dos Taxistas, esse avanço teve a influência do deputado federal Otto Filho, que já foi presidente da Desenbahia.

“Queria fazer, publicamente, um agradecimento ao Cap. Tadeu e ao Dep. Otto. Se hoje a gente vai poder financiar veículos com até 60 mil de créditos, a gente tem que agradecer a essas pessoas e também a Adriano Eugênio, que foi um cara que lutou, persistiu e ativou as pessoas pra poder a gente conseguir esse êxito. Parabéns pela sua luta, Adriano! Se os cooperados da Coometas vão poder financiar os seus veículos com até R$ 60 mil, agradeçam a ele, porque foi ele quem lutou. Lembrar também de Cohim da Comtas, que pediu ao Cap. Tadeu por essa luta”, manifestou-se Adorno.

Em resposta a Adorno, Tadeu se colocou à disposição da classe. “Estou à disposição da categoria”, disse.

“Em nome da OCEB, quero parabenizar a iniciativa das cooperativas de táxi, através de Adriano. A união de vocês só demonstra que quando o objetivo é comum, todos saem ganhando. Como profissional, sempre tive muito orgulho da COMTAS e da COOMETAS, pois a qualidade do trabalho de vocês é reconhecida de longe. Sabendo que vocês estão capitaneando um grupo de cooperativas, temos a certeza de que estamos no caminho certo, promovendo a união das cooperativas deste importante segmento. Como superintendente da OCEB, nos colocamos à disposição para auxiliar no que se fizer necessário, bem como para juntos, construirmos o mais forte e pujante cooperativismo baiano. Hoje, a conquista foi do Cooperativismo! Parabéns!”, Ially Gomes, advogada e Superintendente da Organização das Cooperativas do Estado da Bahia (OCEB).

“Quando pessoas de bem se reúnem para o bem comum, Deus abençoa. Parabéns aos envolvidos!”, Dilmar Copque, ex-Coordenador da Coordenação de Táxi e Transportes especiais de Salvador (Cotae).

O taxista Reginald Cohim contou ao Ei Táxi como tudo começou. “Nós estamos há mais de 2 anos nessa crise sanitária que atrapalhou a classe, especialmente no aspecto de renovação da frota, por isso eu vinha pensando muito nisso. Em seguida, vi que no Rio de Janeiro, o governo do Estado aumentou o limite do financiamento de táxi para R$ 80 mil, inclusive em condições mais favoráveis do que aqui na Bahia, valor maior, juros menores e um prazo mais longo. Aí me lembrei de falar com o ex-deputado estadual Cap. Tadeu, que tem um bom trânsito entre os políticos. Então, depois de explicar pra ele a situação do taxista de Salvador, propus a ele esse desafio e, claro, ele aceitou na mesma hora. Foi aí que ele começou a mexer nisso. A diretoria da Coometas apostou nesse projeto e me apoiou. Depois de reuniões entre as cooperativas, Adriano assumiu a frente dessa luta juntamente com Tadeu e com Adorno. Os resultados são positivos para todos: usuário, Desenbahia, taxista e o Estado que terá uma frota ainda mais nova. Não podemos esquecer da atenção que o deputado federal Otto Filho deu ao Cap. Tadeu, foi crucial pra dar certo”.

“Sem dúvida nenhuma, o reajuste nos valores disponibilizados, hoje, pela Desenbahia ao financiar veículos novos, é uma grande conquista para os taxistas de todo o Estado. Tudo foi fruto de um trabalho de união de pessoas que vivem e se preocupam com a melhoria da categoria, dos quais gostaria de registrar o Cap. Tadeu, Adorno da Comissão dos Taxistas, Reginald Cohim (Comtas), Denise (Use Táxi), Marcos Gondim (Elitte Táxi), Diretoria da Ligue Táxi e, principalmente, aquele em que a categoria credencia o mérito desta conquista, o Deputado Federal Otto Alencar Filho, pois este, desde que nos recebeu, se comprometeu em abraçar a categoria. Mesmo eleito, não mediu esforços para que tal conquista fosse alcançada, colocando-se à disposição de representar a categoria seja no âmbito federal como estadual. Externamos nossa gratidão a toda Diretoria da Desenbahia, pois nosso pleito fora respondido em ritmo de urgência e estes, sempre solícitos às nossas demandas, não mediram esforços em proporcionar o tão esperado reajuste. Foi motivo de orgulho pessoal ter feito parte desta empreitada”, agradeceu Adriano Eugênio da Coometas.

O Diretor da Coometas ainda relatou que essa aproximação também tem o objetivo de fortalecer a parceria entre a categoria e a Agência de maneira que a inadimplência caia a índices que permitam que novas linhas sejam criadas no futuro e revelou que fez um pedido específico à diretoria da Desenbahia, uma linha de crédito no valor de R$ 70 mil para as cooperativas Coometas e Comtas, nos casos em que não existam inadimplência. Ele disse que a proposta foi protocolada e passará por análise interna.

Taxistas na Desenbahia
Da esq. p/ dir.: João Adorno, Adriano Eugênio, Cap. Tadeu e Agenor Martinelli Braga (Gerente de Negócios da Desenbahia)

Para maiores esclarecimentos, o interessado deve entrar em contato com a Central de Relacionamento com Clientes da Desenbahia nos telefones 0800 285 1626 ou (71) 3103-1001, das 8h às 14h.

(Visitas totais 970)

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se em nossa Lista de Transmissão

Siga nossas Redes Sociais

Siga nossas Redes Sociais