Mais resultados

Generic selectors
Somente correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors
post

Campanha solidária para ajudar taxista da cidade do Paulista-PE envolvido em acidente

Táxi colidido do Paulista, TP 251 - Foto_Divulgação
O acidente ocorreu no dia 3 de abril - Fotos: Divulgação

O taxista auxiliar Armando Cavalcanti de Santana, da cidade do Paulista, em Pernambuco, está enfrentando dificuldades após se envolver em um acidente de trânsito e agora está precisando da ajuda da classe. Armando colidiu o táxi que trabalhava na traseira de outro veículo, resultando em um prejuízo estimado em cerca de R$ 4.500,00. Por causa do acidente, ele não está conseguindo trabalhar, o que tem gerado dificuldades para sustentar sua família.

O acidente ocorreu no dia 3 de abril, por volta das 12h30, na Rua Santa Tereza, 396, no bairro de Artur Lundgren I. Segundo relatos de Armando, o acidente foi causado por um carro que parou repentinamente devido a um cachorro que tentava atravessar a rua. Apesar das circunstâncias, Armando terá que arcar com os prejuízos dos dois veículos envolvidos.

“Eu vinha atrás e ele não deu sinal pra mim poder parar, o cachorro ia passando na hora e ele freou o carro de repente, foi o que ele alegou. Mesmo eu estando na distância correta, não deu tempo de parar. A franquia do carro do rapaz, que eu colidi, mesmo ele assumindo que estava errado, o seguro dele não vai cobrir, por causa que eles analisaram, que eu bati na traseira do carro dele”, relatou Armando.

taxista auxiliar Armando Cavalcanti de Santana, da cidade do Paulista
Armando é casado e pai de duas crianças, uma de 11 anos e outra de 6 anos

Ele costuma rodar no Centro da cidade e no Atacadão, que fica em frente ao Terminal Integrado Pelópidas Silveira, na Rodovia PE-15, mas devido ao acidente, já são 14 dias sem carro para poder rodar, o que tem criado ainda mais dificuldades para o taxista. “Se a classe pudesse me arrumar um carro pra trabalho me ajudaria muito, pra poder pagar os prejuízos obtidos que não sei como vou fazer”, diz.

Armando tem sido apoiado por familiares e pelo titular da placa, André, que abriu mão das diárias desde o acidente. No entanto, essas ajudas não têm sido suficientes para cobrir todas as despesas decorrentes do acidente e para suprir as necessidades básicas do lar.

Ele tem de 32 anos de idade, é nascido no Recife, após o casamento mudou-se para o Paulista, onde atua como taxista desde de 2016. Armando é casado e pai de duas crianças, uma de 11 anos e outra de 6 anos. “Não comprei nada pra dentro de casa ainda, tá faltando mantimentos. A gente tá se arrastando com poucas coisas. Às vezes, minha sogra me ajuda, mas ela não pode, até porque ela tem quase 79 anos de idade. Tá tudo nas minhas costas. Eu estou pedindo a Deus que consiga, pelo menos, levantar um valor pra comprar mantimentos.”

Diante dessa situação, o colega, o taxista Marcos Júnior, TP 134, teve a iniciativa de uma campanha solidária para ajudar Armando a superar esse momento difícil. Quem puder contribuir com um veículo que ele possa utilizar para trabalhar ou com qualquer ajuda financeira, pode fazer uma transferência para a chave PIX 81989821286, em nome de Armando Cavalcanti de Santana, no Banco Inter.

“Vamos unir forças para ajudar nosso colega taxista a superar essa adversidade e retomar sua fonte de renda para sustentar sua família. Toda contribuição será muito bem-vinda e fará uma grande diferença na vida de Armando e de sua família. Deus vai retribuir a ajuda de todos que puderem, tenho certeza disso”, disse Júnior.

(Visitas totais 294)

Galeria de Imagens

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se em nossa Lista de Transmissão

Siga nossas Redes Sociais

Siga nossas Redes Sociais