Um sonho que virou realidade

  • Um sonho que virou realidade

    Turma do PROJETO REPARTIR reunida na sede em Cajazeiras VI - Foto: Divulgação

    Turma do PROJETO REPARTIR reunida na sede em Cajazeiras VI – Foto: Divulgação

     

    Com o apoio de pessoas especiais que confiaram e acreditaram nesse projeto, o SONHO virou realidade: o PROJETO REPARTIR!

     

    A semente tinha sido plantada. E aos poucos foram chegando mais colaboradores, parceiros e apoiadores.

     

    Muito já foi feito: O Projeto Repartir, em 2007, iniciou seu trabalho ajudando crianças carentes do Cabula, dando assistência e ajudando na manutenção do DEAR – Departamento Escolar Amélia Rodrigues, idealizado pelo Sr. Roque Miranda.

     

    O nosso trabalho visava prioritariamente deixá-las fora das ruas, buscando oferecer suporte educacional, alimentar, psicológico e de saúde, para ajudá-las a se tornarem cidadãs de bem. Já são 11 anos de parceria, com mais de 350 crianças assistidas.

     

    Devido ao estado precário em que se encontrava a casa onde funciona a escola, o Projeto Repartir realizou, em 2009, uma reforma, contando com a ajuda de doações de amigos voluntários de eventos promovidos para este fim (como shows, festivais de tortas e bazares) e da CESE – Coordenadoria Ecumênica de Serviço.

     

    Em 2011, abraçamos a causa do Câncer de Mana. Começamos esse trabalho, ministrando palestras de conscientização sobre a doença, em Salvador e vários municípios da Bahia.

     

    A partir de 2012, começamos a trabalhar no Outubro Rosa, alertando a população sobre a importância do diagnóstico precoce. Todos os anos, realizamos várias ações.

     

    Continuávamos com muitos planos e projetos a realizar. Sentimos que podíamos fazer muito mais.

     

    E em 2018, resolvemos ter o nosso próprio espaço, a CASA PROJETO REPARTIR dando a oportunidade de beneficiar outra comunidade carente: Cajazeiras 6, no Loteamento Parque Silvio Leal.

     

    O PROJETO REPARTIR entende que é necessário dar atenção a essas crianças, especialmente no turno em que não estão na escola formal, oferecendo assistência que envolve uma educação para a cidadania, convivência comunitária e familiar, além de hábitos de higiene.

     

    Com o objetivo de afastar as crianças das ruas, das drogas e da violência, desenvolvendo nelas a habilidade de convivência em grupo, com disciplina e responsabilidade, o potencial criativo e a possibilidade de construção de um espaço comunitário saudável, solidário e atuante, o PROJETO REPARTIR oferece atividades esportivas, artísticas e educacionais como capoeira, dança, artes plásticas, informática e inglês. Temos também um escovódromo (local onde se realiza a escovação dentária) promovendo cuidados preventivos da saúde bucal e uma biblioteca que é disponibilizada para toda a comunidade, de forma gratuita, com o objetivo de estimular a leitura, a imaginação e o conhecimento.

     

    Convidamos você a REPARTIR conosco.

     

    “Às vezes, um coração sozinho não pode fazer muita coisa, mas quando os corações se unem, eles podem fazer muito”

     

    Patricia França Gomes – Presidente do Projeto Repartir

    Share on Facebook

    Deixe um comentrio

    Required fields are marked *